1

21/10/2013 às 08h30 - Favoritos vencem o Brasileiro de Canoagem Slalom em Foz do Iguaçu

Terminou neste domingo (20.10) com grande sucesso mais uma edição do Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom, disputado no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O evento consagrou os principais atletas do cenário nacional que despontam na canoagem brasileira. No k1 masculino sênior, o tricampeonato brasileiro foi conquistado pelo canoísta Pedro Henrique Gonçalves.
 
Para o jovem atleta a disputa foi bem acirrada, mas ele garante que o segredo para o melhor resultado foi ter trabalhado para evitar pequenos erros. Pedro Gonçalves relembrou que no Canal Itaipu no ano passado, por um toque em um obstáculo, ele perdeu por milésimos a vaga para os Jogos Olímpicos Londres 2012.

“Busquei corrigir e recordar essas lembranças para não cometer mais falhas”, afirma. Já pelo c1 masculino sênior, o veterano canoísta Cássio Ramon Petry, do Rio Grande do Sul, foi quem levou a melhor.
 
Ana Sátila, que recebe o benefício do programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte, faturou as duas modalidades femininas, k1 e c1 feminino sênior. Com os resultados, a bolsista se consagrou mais uma vez como a melhor atleta feminina da canoagem slalom no Brasil. De acordo com a jovem, o objetivo agora é pensar na próxima competição: a última etapa da Copa Brasil, em Piraju, no estado de São Paulo. Neste intervalo irá acontecer o Sul-Americano no Chile, mas a atleta olímpica prefere não competir para dar mais oportunidades para outras canoístas também conseguirem bons resultados.
 
Charles Corrêa e Anderson Oliveira mais uma vez confirmaram a boa fase com o primeiro lugar no c2 masculino sênior. Apesar de terem feitos quatro penalidades, o tempo foi muito superior a dupla que ficou na segunda colocação, demonstrando que eles vêm remando muito forte tanto no Brasil como nas competições do circuito mundial.
Descoberta de talentos
O jovem atleta Guilherme Schena, 13 anos de idade e cinco na canoagem, segue com um bom crescimento no esporte. Ele faz parte do Projeto Meninos do Lago patrocinado pela Itaipu Binacional. Neste campeonato ele conseguiu o primeiro lugar no c1 masculino menor. O atleta está crescendo a cada competição e pensa grande: “eu quero ser campeão olímpico, mundial”, disse o pequeno canoísta.

Resultado por equipes
Mais uma vez o projeto Instituto Meninos do Lago, de Foz do Iguaçu (PR) e apoiado pela Itaipu Binacional, foi o primeiro colocado no Campeonato Brasileiro. O IMEL garantiu o título geral com 805 pontos. Logo atrás ficou Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN), de Piraju (SP), com 675. A terceira colocada foi a equipe mato-grossense Associação Primaverense de Canoagem, (APCa) de Primavera do Leste (MT), com 650 pontos.

Para o superintendente da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), Argos Rodrigues, a modalidade no Brasil se divide em três etapas: antes do Canal Itaipu, posterior a esta estrutura e atualmente aos grandes investimentos no segmento. “Agora temos grandes parceiros e patrocinadores que nos ajudam a formar bons atletas”, afirma.
 
Já o presidente da CBCa, João Tomasini Schwertner lembra que agora os esportistas tem uma condição ideal para se dedicarem integralmente ao esporte e também aos estudos, sendo que todos os 16 jovens são estudantes.

Parceria de Sucesso
Atualmente a canoagem slalom conta com um grande parceiro e apoiador, o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. A parceria começou em 2011 dentro do programa da Lei de Incentivo ao Esporte, promovida pelo Ministério do Esporte, e desde então já foram investidos mais de 14 milhões de reais. Além desta modalidade, o apoio se estende por toda a Canoagem Brasileira. Mas isso é apenas o começo, pois o BNDES também está investindo em outras esferas da modalidade. Em breve, com o apoio do banco, o Centro de Treinamento da Paracanoagem estará em pleno funcionamento em São Paulo.

De acordo com Gustavo Borges da Costa, assessor da presidência para assuntos esportivos do BNDES, o banco olha esses investimentos em um longo prazo e procura desenvolver o patamar competitivo e dar visibilidade ao esporte. A pretensão é investir não só para os Jogos Olímpicos Rio 2016, e sim pensar em 2020, 2014 e assim sucessivamente.

Fonte: CBCa
Ascom - Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook 

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link:


 Voltar

MINISTÉRIO DA CIDADANIA
SECRETARIA ESPECIAL DO ESPORTE
Setor de Industrias Gráficas (SIG), Quadra 4, lote 83, Centro Empresarial Capital Financial Center, Bloco C, Térreo, Sala 302, 3ª andar- CEP: 70.610-440 - Brasília/DF
E-mail: duvidasbolsa@esporte.gov.br

© 2013 Ministério do Esporte. Todos os direitos reservados.