Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Introdução

A busca da excelência de desempenho e da superação em inúmeras atividades realizadas pelo homem tem sido uma constante ao longo da história da humanidade. Essa busca, na sociedade moderna, adquire papel estratégico para responder à competitividade presente em diversos ramos da atividade, sobretudo no esporte.

Nesse setor a busca pela excelência tem um importante aliado que é o conhecimento científico. Com apoio dos pesquisadores da ciência do esporte, o Ministério do Esporte está iniciando o processo de identificação de jovens com capacidade e características específicas para cada modalidade esportiva, dados que servirão de base para o processo de conquista da excelência esportiva.

A questão do talento no esporte tem se constituído como um dos temas mais relevantes e, ao mesmo tempo, dos mais complexos no âmbito das Ciências do Desporto e das Políticas Públicas para o Desenvolvimento do Esporte. Nesse âmbito, a busca de talentos para o esporte nacional deve levar em conta padrões técnicos já testados por nossos pesquisadores.

Nosso país é formado por um contingente de aproximadamente 34 milhões de jovens com idades entre 16 e 24 anos. Todavia, o número de atletas filiados às diversas federações e confederações esportivas não totaliza 100 mil pessoas.

Fatores mais diversos concorrem para este reduzido número, dentre os quais merecem destaque: situação econômica da família ou do praticante da modalidade esportiva, número reduzido de equipes de alto rendimento, locais inadequados para o treinamento e falta de oportunidade para que a criança ou o jovem descubra em qual modalidade esportiva teria melhores condições para o desenvolvimento de seu potencial.

O Ministério do Esporte, por intermédio da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento, para reduzir essas vai executar essa ação nacional para identificação, detecção e encaminhamento dos jovens talentos do esporte brasileiro. E para atingir este objetivo, está mobilizando todos os segmentos da sociedade esportiva.

A expectativa do Ministério do Esporte é descobrir, no ano de 2004, cerca de 40 mil potenciais talentos esportivos. Todos os dados serão disponibilizados em um banco de dados nacional, que constituirá uma fonte permanente de consulta para clubes, associações atléticas, federações e confederações nacionais.

Todos os jovens que não forem convidados para integrar equipes esportivas em curto espaço de tempo terão suas informações atléticas disponibilizadas por meio eletrônico, para consulta, por todas as entidades esportivas nacionais, a qualquer tempo.