Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

III Jogos dos Povos Indígenas - 2000

Cidade Sede: Marabá / PA
Data: 15/10/2000 à 21/10/2000
Lema: A União das Tribos

Histórico

Nos III Jogos dos Povos Indígenas, 34 etnias indígenas de todo o Brasil participaram do, até então, maior evento de integração das sociedades indígenas. A equipe de organização do evento escolheu a ilha do Tucunaré, na cidade de Marabá - PA, para a realização do evento. Por seu ambiente natural semelhante ao de uma aldeia indígena. De 15 a 21 de outubro de 2000, cerca de 900 índios competiram e fizeram apresentações culturais.

Uma "aldeia olímpica" e uma arena com capacidade para cerca de 10 mil pessoas foram montadas com apoio do Ministério do Esporte e Turismo, do Instituto Nacional de Desenvolvimento do Esporte - INDESP, do governo do estado do Pará, da Secretaria Executiva de Esporte e Lazer, da Prefeitura da cidade de Marabá, da Funai e do Comitê Intertribal. Com o objetivo de promover a integração esportiva e cultural, os organizadores e os índios fizeram da cidade de Marabá uma grande "aldeia".

Um público acima do esperado, juntamente com autoridades, assistiu à abertura e às competições dos Jogos, conhecendo um pouco de cada etnia presente. Índios e índias iniciaram as competições na manhã do dia 16, com o futebol de campo, uma modalidade não tradicional indígena. O público também presenciou disputas de arco e flecha, zarabatana, cabo de guerra, arremesso e canoagem, provas tradicionais dos indígenas. O futebol e a natação, esportes não tradicionais dos índios, também empolgaram o público com disputas acirradas. A premiação e o encerramento ocorreram na tarde do dia 21 de outubro.

As etnias que participaram dos III Jogos foram Bororo - MT; Bakairi - MT; Xavante - MT; Xickin - MT; Arara - PA; Munduruku - PA; Krahô - TO; Tembé - PA; Suruí - PA; Kaapor - PA; Parakanã - PA; Matis - AM; Kaiowá - MS; Guarani - SP; Mbyá - PA; Kaingang - PR; Pataxó - BA; Karajá - TO; Asurini - PA; Gavião Parkatejê - PA; Terena - MS; Kanela - MA; Wai Wai - PA; Yawalapiti, Xingu - MT; Kuikuru, Xingu - MT, Kamayura, Xingu - MT; Kalapalo, Xingu - MT; Waurá, Xingu - MT; Mehinaku, Xingú- MT; Erikbatsa - MT; Jawaé - TO; Suyá, Xingu - MS; Arawete - PA; Assurini - PA e Kayapó - PA .

Essas etnias começaram a entender, de fato, o objetivo dos Jogos, pois buscaram a autenticidade em cada modalidade de seus esportes tradicionais. Contudo, destacaram-se nas apresentações de suas manifestações culturais, como pinturas corporais, danças, vestimentas, plumagem, cantos e nas características de seus artesanatos. Essas atividades culturais não ficaram restritas apenas aos indígenas. Os grupos folclóricos da cidade também tiveram seu espaço na Arena para apresentar suas danças e músicas. Um grande intercâmbio cultural e social foi o que marcou a semana dos III Jogos dos Povos Indígenas.

Folder: